O que é a SINTEGRA – Cartão CNPJ

Já ouviu falar em SINTEGRA? Você tem seu Cartão CNPJ ou pretende fazer um Cartão CNPJ para formalizar sua empresa e seus negócios e ouviu falar, mas ainda não conhece bem este serviço. Nós vamos explicar para você o que é o SINTEGRA.

O que é SINTEGRA?

SINTEGRA Cartão CNPJ EmpresaO nome SINTEGRA significa Sistema Integrado de Informações sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços. É um sistema que está sendo implantado em todo o Brasil para fazer com que a comunicação de informações sobre os contribuintes seja mais rápida e eficiente entre os órgãos fiscais estaduais e as administrações tributárias dos estados, tanto de estado para estado quanto destes para a Administração Federal e de volta para os estados.

Para você ter uma ideia da seriedade,  este sistema foi implantado baseando-se no exemplo do sistema integrado de Fisco entre países implantado na União Europeia em 1992 e está sendo posto em funcionamento no Brasil desde 1997.

A empresa formal que tiver Cartão CNPJ poderá se beneficiar com diversos benefícios e vantagens da agilidade e segurança.

Cartão CNPJ e o SINTEGRA

SINTEGRA Cartão CNPJ BrasilApenas para lembrar, o Cartão CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – tem validade em todo o Brasil e o SINTEGRA está sendo implantado para atender todo o Território Nacional. Isso significa que o Cartão CNPJ será em breve um mesmo sistema, tornando-se assim o Cartão CNPJ SINTEGRA.

Este sistema está ligado ao ICMS, que é o Imposto sobre Operações referentes a Circulação de Mercadorias, Prestação de Serviços de Transporte Intermunicipal e Interestadual e de Comunicação. E apesar de ser nacional, cada estado tem sua própria tabela de valores para alíquotas de ICMS e emissão de cartão.

Uma das principais funções do SINTEGRA é impedir a evasão de divisas, ou seja, o não pagamento das tarifas e impostos nas transações entre municípios ou entre estados, de forma a permitir a realização da consulta. Apesar de parecer pouco, é importante lembrar que ao arrecadar corretamente os impostos, o Brasil diminui a corrupção e tem mais verba para dedicar à melhorias e necessidades do país e do povo.

SINTEGRA e os Contribuintes

SINTEGRA Cartão CNPJ CadastroOutro ponto importante do SINTEGRA é facilitar para o contribuinte a declaração de bens e serviços e a devida arrecadação de impostos em cada transação, diminuindo a burocracia para as empresas, que precisam efetuar vários pagamentos a órgãos diferentes, mas que com o Cartão CNPJ e com o SINTEGRA, poderão centralizar os pagamentos e ganhar agilidade nas tarefas fiscais realizando um serviço online, mais segurança e deixar de perder tempo com trabalhos que tomam exigem atenção e empenho, mas que de fato, não contribuem diretamente para o crescimento de seu negócio, apesar de ser um item de extrema importância nas atividades de uma empresa formal.

O SINTEGRA pode ser instalado da mesma forma que o Cartão CNPJ nos computadores. O empresário deve baixar o programa do site da Receita Federal ou do Portal SINTEGRA, instalar o arquivo executável em seu computador e ficar atento às atualizações que são disponibilizadas periodicamente nos sites da Receita Federal.

Após realizada esta tarefa, o empreendedor poderá efetuar pagamentos, verificar movimentações extratos, acompanhar comunicados ou intimações da Receita Federal e dedicar sua atenção muito mais a seu negócio que a burocracias com os impostos. Esta é mais uma vantagem que o Cartão CNPJ pode oferecer ao empreendedor formal.

 

Veja também:

 

Cartão CNPJ Emitir 2via Consulta

Emitir 2a Via Cartão CNPJ

Você fez o seu Cartão CNPJ mas algo aconteceu e este documento sofreu um extravio. Fique tranquilo! É muito fácil imprimir a segunda via do Cartão. Acompanhe aqui como fazer para ter novamente seu Cartão e realizar todas as operações que você já fazia antes.

2a Via Cartão CNPJ

Cartão CNPJ Emitir 2viaA primeira coisa a fazer após imprimir seu primeiro Cartão é ter seu número de CNPJ guardado em uma pasta dos documentos da empresa. Ninguém é obrigado a decorar seu número de CNPJ. Basta que você tenha a documentação de sua empresa bem segura, com cópia, para evitar este tipo de aborrecimento.

Com o número do Cartão CNPJ em mãos, use a internet para ganhar tempo e vá ao site da Receita Federal.

Com a sua cópia do número do Cartão você irá digitar seus dados, os algarismos que são a numeração de sua empresa, preencher dados de segurança e senha e solicitar no formulário online a emissão da segunda via do Cartão. Depois, basta imprimir o Cartão que apareceu na sua tela e ter sempre com você seus dados para realizar os trabalhos de sua empresa, como compra, empréstimos, vendas, financiamentos e emissão de notas fiscais em papel ou eletrônicas.

Como Emitir Cartão CNPJ

Caso você ainda não tenha feito seu CNPJ, o procedimento é parecido.

No site da Receita Federal, procure pelos serviços para empresas e procure por emissão de CNPJ, para realizar a consulta pelo site da Receita Federal.

Lembre-se que imprimir o Cartão é para facilitar o uso manuseio do seu Cartão . Você pode ter uma cópia feita por você mesmo, desde que tenha o Cartão original guardado em seu escritório. Recomendamos que você use para isso uma pasta dos documentos essenciais da sua empresa. Coloque junto as cópias dos documentos que você usou para tirar o Cartão CNPJ.

Após colocar seus dados no formulário eletrônico do site da Receita Federal e obter seu Cartão, você deve imprimir seu CNPJ para ter sempre fácil um documento que você usará em todas as suas operações de compra e venda, e também para declarações de tributos, pagar taxas e impostos.

Recuperar Cartão CNPJ

Cartão CNPJ Emitir 2via EmpresaCaso você tenha esquecido o número de seu Cartão CNPJ, o que você deve fazer?

Também no site da Receita Federal, procure o link de Serviços Para sua Empresa e procure o link para imprimir segunda via do Cartão.

Utilize seu número de CPF pessoal para encontrar seu Cartão.

Lembre-se de utilizar o CPF que você usou para abrir sua empresa e obter o Cartão CNPJ inicialmente. Se você abriu sua empresa no nome de um parente ou cônjuge, este será o número de CPF que você irá utilizar para imprimir a segunda via do Cartão.

Vincular CPF ao Cartão CNPJ

O CPF – Cadastro de Pessoa Física é um documento nacional, e será o mesmo para cada pessoa por toda a vida. Não pode ser mudado e nenhuma pessoa tem dois números de CPF. Ao fazer seu Cartão você usou um CPF e estes dois documentos ficarão vinculados enquanto a empresa que você abriu existir.

Ao pedir a segunda via do Cartão CNPJ, faça uma cópia e guarde bem. O número que você recebe com o Cartão CNPJ é o principal documento da sua empresa. Guarde-o em local seguro e faça bons negócios.

Veja também:

Emissão Cartão CNPJ

Emissão Cartão CNPJ – Como Emitir

Quer saber mais sobre a Emissão Cartão CNPJ? Confira mais informações sobre o Cartão CNPJ e fique por dentro de todas as condições necessárias para abrir uma empresa, trabalhar regularizado e fazer seu empreendimento crescer.

Como bom empreendedor, você entende bastante do seu negócio. E também sabe a dificuldade que é conseguir informações sobre ações legais, superar a burocracia e trabalhar dentro da legalidade.

Emissão Cartão CNPJ

Primeiro, é importante que você saiba que estar devidamente legalizado. E fazer um Cartão CNPJ abre muitas portas e possibilidades para o seu negócio crescer e prosperar. Ao emitir Cartão CNPJ você terá acesso a crédito empresarial, com juros e condições melhores do que o crédito pessoal, inclusive a outros diversos benefícios. Após a emissão do Cartão CNPJ você poderá ter linhas de crédito para financiar imóveis, automóveis e equipamentos, além de ter acesso, graças ao Cartão CNPJ, às linhas de crédito direto do BNDES para ter mais recursos financeiros para sua empresa.

Contribuição  com a Previdência Social

Emissão Cartão CNPJ Previdência Social

Outro ponto importante de fazer a Emissão Cartão CNPJ é contribuir com a previdência para ter a sua aposentadoria garantida, além de estar amparado caso necessite se ausentar do trabalho por motivos de saúde ou acidente. Podendo fazer a emissão online.

Há um custo com as taxas, mas os benefícios de emitir CNPJ para sua empresa compensam e muito este investimento. Sim, pense nos valores que você paga como um investimento pessoal no seu futuro e para o seu bem e da sua família. Podendo fazer uma consulta grátis sobre tudo isso.

Como emitir Cartão CNPJ

Após entender tudo isso, vamos falar em como emitir Cartão CNPJ e usufruir de todos os benefícios de ser regularizado e ter uma empresa formal.

Você já pesquisou um pouco sobre formalização e sabe que o CNPJ é o documento que a Receita Federal emite para formalizar a qualificar as empresas, podendo fazer a emissão pelo site da Receita. O dono da empresa, você, empreendedor, após emitir Cartão CNPJ será chamado de Pessoa Jurídica. O documento Emissão Cartão CNPJ é obrigatório para o empresário que queira ter seu empreendimento regularizado, seja uma empresa grande ou pequena.

Documentos Necessários

Emissão Cartão CNPJ EmpresaPara fazer a emissão do Cartão CNPJ é necessário ter em mãos uma série de outros documentos. A começar pelos dados da empresa que ainda será criada.

Para emitir Cartão CNPJ, primeiro você deverá dizer qual o ramo de atuação da empresa que você vai criar. Trata-se do Nome Empresarial. Se a empresa é individual, o normal é que Cartão CNPJ receba o nome do empreendedor, o dono da empresa, acrescido da modalidade a que a empresa precisa. Se uma empresa limitada, a sigla será Ltda. Se uma Micro Empresa, haverá um ME ao final do nome. Se a empresa for uma sociedade, pode ter o nome de duas ou mais pessoas ou de apenas um e a sigla SC para Sociedade Controlada.

Para este exemplo, vamos focar apenas em uma empresa individual, microempresa. O que teremos é uma empresa que terá na emissão do Cartão CNPJ o nome de Pessoa Jurídica como Nome do Empreendedor ME LTDA.

Agora que você compreende como fazer para escolher o nome de sua empresa, separe os documentos e vamos emitir o Cartão CNPJ para sua empresa e começar a emitir nota fiscal, trabalhar regularizado e ter direitos que antes, quando você era apenas um trabalhador informal, você ainda não poderia usufruir.

Veja também: